Assembleia de Deus

Capelania

Categories: CAPELANIA
Lista de desejos Share
Share Course
Page Link
Share On Social Media

Sobre o curso

1. INTRODUÇÃO

 

“A religião pura e imaculada para com Deus e Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo.” (Tiago 1:27)

Proclamar o Evangelho de JESUS CRISTO como alvo principal, buscando favorecer os pobres, tristes e angustiados de alma, de acordo com suas necessidades, objetivando dar continuidade à Obra que o MESTRE JESUS começou, a exemplo das passagens bíblicas em Isaías 61:1-4 e Lucas 4:18- 19, bem como nos voluntariar no propósito de promover socorro social, espiritual e emocional às pessoas enlutadas, enfermas, aprisionadas e desorientadas, entre outras, conforme o SENHOR nos recomenda na Parábola do Bom Samaritano em Lucas 10:33.A Tarefa também inclui a divulgação de importantes informações e orientações das diversas áreas Capelâmicas. Assim, oferecemos Cursos e Seminários que possibilitem aos vocacionados atuarem com propriedade, integridade e compromisso nas funções inerentes à Capelania, de forma que o esforço missionário, contribua com o crescimento, desenvolvimento e empoderamento da Pessoa e da Igreja de JESUS CRISTO.

 

Os Cursos que oferecemos estão à disposição dos Operários do Reino nas modalidades Presencial e EAD (Ensino a Distância), da mesma forma os Seminários e Palestras, cuja capacitação leva o Capelão, a atuar em Missões Urbanas e atenda ao Chamado do SENHOR na participação na GRANDE COMISSÃO.

 

Acreditamos que a experiência em Campo agrega significativo valor na disseminação desta Obra Missionária, assim como depõe em favor do crescimento do Reino de DEUS.

 

Por isto atuamos como Capelães onde o MESTRE JESUS nos enviar, levando as Águas da Fonte da Vida, esclarecendo as Escrituras e consolando os que padecem, considerando a Mensagem que encontramos em 2 Coríntios 1:3- 6 (NVI), como segue:

 

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações. Pois, assim como os sofrimentos de Cristo transbordam sobre nós, também por meio de Cristo transborda a nossa consolação. Se somos atribulados, é para consolação e salvação de vocês; se somos consolados, é para consolação de vocês, a qual lhes dá paciência para suportarem os mesmos sofrimentos que nós estamos padecendo.” …

 

iamento

Show More

What Will You Learn?

  • O
  • 1. INTRODUÇÃO ................................................................................... 6
  • 2. ORIGEM DA CAPELANIA................................................................. 7
  • 3. CONCEITOS ...................................................................................... 8
  • 3.1 CAPELANIA..................................................................................... 8
  • 3.2 CAPELÃO ........................................................................................ 8
  • 3.2.1 PERFIL DO CAPELÃO................................................................. 9
  • 3.3 NA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA..................................................... 9
  • 4. ÁREAS DE ATUAÇÃO..................................................................... 11
  • 4.1 HOSPITALAR ................................................................................. 11
  • 4.1.1 Por onde começar?.................................................................... 12
  • 4.1.2Capelão Hospitalar...................................................................... 13
  • 4.1.3 Visitando Enfermos.................................................................... 14
  • 4.1.4 Visita à Crianças e Adolescentes ............................................. 15
  • 4.2 EMPRESARIAL .............................................................................. 17
  • 4.2.1 Capelão Empresarial.................................................................. 17
  • 4.2.1.1 Em relação aos Funcionários ................................................ 18
  • 4.2.1.2 Em relação à Empresa ............................................................ 18
  • 4.2.2 Problemas humanos que afetam a Empresa .......................... 18
  • 4.3 ESCOLAR ....................................................................................... 21
  • 4.3.1 Por onde começar?.................................................................... 22
  • 4.3.2 Apresente seus projetos à Deus .............................................. 23
  • 4.3.3 Capelão Escolar.......................................................................... 23
  • 4.3.4 Atividades que podem ser desenvolvidas .............................. 24
  • 4.4 COMUNITÁRIA ............................................................................... 26
  • 4.4.1 Por onde começar?.................................................................... 27
  • 4.4.2 Capelão Comunitário ................................................................. 27
  • 4.4.3 A Família...................................................................................... 28
  • 4.5 PRISIONAL ..................................................................................... 30
  • 4.5.1 Público-Alvo................................................................................ 32CCM– Conselho de Capelania Missionária 8
  • 4.5.2 Como ter acesso ao presídio?.................................................. 32
  • 4.5.3 Capelão Prisional ....................................................................... 33
  • 4.6 MILITAR .......................................................................................... 35
  • 4.6.1 A vida Militar ............................................................................... 35
  • 4.6.2 Por onde começar?.................................................................... 36
  • 4.6.3 Capelão Militar ............................................................................ 37
  • 4.7 DESPORTIVA ................................................................................. 39
  • 4.7.1 Atuação em eventos esportivos ............................................... 40
  • 4.7.2 Capelão Esportivo...................................................................... 40
  • 4.7.3 Atividades realizadas................................................................. 41
  • 5. O OFÍCIO FÚNEBRE........................................................................ 43
  • 5.1 O LUTO ........................................................................................... 43
  • 5.2 O SIGNIFICADO DA MORTE......................................................... 44
  • 6. ÉTICA CRISTÃ.................................................................................. 46
  • 6.1 NORMAS......................................................................................... 47
  • 6.2 VIDA CRISTÃ.................................................................................. 48
  • 7.RESPONSABILIDADES SOCIAIS.................................................... 52
  • 7.1 AOS POBRES................................................................................. 52
  • 7.2 ÀS VIÚVAS E AOS ÓRFÃOS ........................................................ 53
  • 7.3 AOS ESCRAVOS E OPRIMIDOS .................................................. 53
  • 8.NOÇÕES DE CAPELANIA PÓS DESASTRE........................................... 54
  • 9. EVANGELISMO E MISSÕES .................................................................... 55
  • 10.TOXICOPATOLOGIA ...............................................................................56
  • 10. CONCLUSÃO............................................................................................57

Course Content

CAPELANIA
A CAPELANIA É ESSENCIAL

  • A origem da Capelania
  • Conceito
  • Capelão
  • Perfil do Capelão
  • NA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA
  • ÁREAS DE ATUAÇÃO
  • Por onde começar?
  • Capelão Hospitalar
  • Visitando os doentes
  • Visita a Crianças e Adolescentes
  • Como ter acesso ao presídio?
  • EFEITOS DO USO AGUDO
  • TERAPIAS PSICOSOCIAIS
  • POR QUÊ EVANGELIZAR?
  • CONCLUSÃO
  • Questionários

Student Ratings & Reviews

No Review Yet
No Review Yet